Índia: do culto às vacas a maior exportadora de carne bovina

Índia: do culto às vacas a maior exportadora de carne bovina

Agencia EFE

Moncho Torres.

Nova Délhi, 5 jul (EFE).- A Índia será líder na exportação mundial de carne bovina neste ano e, embora a maior parte seja de búfalo, este domínio causou indignação nos setores hindus mais conservadores, que veem na vaca seu animal mais sagrado.

Até agora, muitos relacionavam a Índia com vacas que ‘pastam’ comodamente nos canteiros e que atrapalham o trânsito à vontade, mas poucos esperavam que este país, predominantemente vegetariano, se transformaria em uma potência criadora de gado.

Mas os dados – como informa o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos – falam por si só: a Índia exportará este ano 2.160 toneladas de carne de bovina, batendo as 1.450 toneladas exportadas pelo Brasil, seu principal concorrente.

Isto era algo impensável até pouco tempo atrás, se levarmos em conta que a Índia em 2009 exportava 609 toneladas, o que representa um crescimento do 255% em apenas quatro anos.

Esta rápida expansão se deve, segundo o Comitê Veterinário Permanente do Cone Sul, ‘à demanda de produtos de baixo custo em mercados emergentes, assim como à capacidade de proporcionar produtos ‘halal’ (que seguem as leis islâmicas)’.

A coalizão que governa este país asiático, liderada pelo Partido do Congresso da dinastia Nehru-Gandhi, abraça o ‘milagre’ da chamada ‘Revolução Rosa’, que procura promover o mercado da carne.

O Governo deu subsídios ao setor pecuário no valor de 500 milhões de rúpias (cerca de US$ 9 milhões) e a isenção de pagar impostos durante cinco anos, o que embasou a crítica dos hindus mais conservadores.

Embora uma grande parte da carne exportada seja de búfalo – discriminado dentro do hinduísmo por sua cor escura – muitos se perguntam, diante de níveis tão altos de exportação, ‘quanta carne provém da vaca sagrada e quanta de outros bovinos’.

Narendra Modi, membro do partido nacionalista hindu Bharatiya Janata Party (BJP, principal força da oposição) e candidato a primeiro-ministro da Índia nas eleições de 2014, denunciou como ‘pecaminosa’ a iniciativa impulsionada pelo Congresso.

‘É triste que o governo promova o massacre de vacas e a exportação de carne bovina. Nossos valores indianos não nos permitem matar a nossa mãe, a vaca’, escreveu Modi em seu blog em 2012.

Por sua vez, Minakshi Lekhi, porta-voz do BJP, afirmou à Efe que seu partido é ‘definitivamente contra a ‘Revolução Rosa’ porque o gado é fundamental para a vida diária na Índia, pois dele se obtêm produtos como o leite e seus derivados’.

Mas a devoção pela vaca na Índia vai além, já que para o hinduísmo – religião majoritária no país – este animal é percebido como a morada dos deuses.

‘Todos os deuses, 560 milhões, vivem na vaca: a vaca é poder e o poder é nossa mãe. Todos os que nascem na Terra, nascem da vaca. Por isso, rezamos para a vaca’, explicou à Efe o sacerdote Bawan Tiwari, em uma templo de Nova Délhi.

As críticas de vários ecologistas se unem à questão, denunciando o tratamento recebido pelos animais que serão levados aos matadouros e afirmando que o modo pelo qual são sacrificados está a anos luz dos padrões ocidentais.

As deficiências sanitárias explicam, de acordo com diversos relatórios, que as exportações indianas seguem com restrições em relação à mercados grandes, entre eles o da União Europeia.

Além disso, as grandes exportações de carne bovina acarretaram na falta de disponibilidade do produto para o mercado interno, onde é consumido por cristãos, muçulmanos, hindus liberais e população pobre.

Mohammed Rehan Qureshi, dono de um açougue em um bairro muçulmano em Nova Délhi, chamou a atenção sobre ‘o tanto que vai diminuir’ a carne na Índia se forem mantidas as atuais políticas de exportação, o que fará com que ‘os pobres fiquem sem um de seus principais alimentos’. EFE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s