Êxodo: 400 mil saem da Grécia

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,exodo-400-mil-saem-da-grecia,1723429

Jamil Chade (Correspondente / Genebra) e Fernando Scheller (Enviado Especial / Atenas) – O Estado de S. Paulo

12 Julho 2015 | 03h 00

Fuga da ‘geração G’, formada por jovens de alta escolaridade, ameaça produtividade da Grécia

Eles são jovens, talentosos, poliglotas, com alto nível de escolaridade, gregos e desempregados. Essa é a Geração G, atingida em cheio pela crise que já tirou mais de 25% do PIB da economia desde 2010 e que está abandonado o país. Entre 2010 e 2014, pelo menos 350 mil gregos deixaram o país, no maior êxodo de uma economia desenvolvida desde a 2.ª Guerra. O número deve ultrapassar 400 mil até o fim do ano.

Quase dois terços deles são jovens entre 20 e 39 anos, considerados como a geração mais bem preparada na Grécia dos últimos cem anos. Mas a fuga de cérebros ameaça até mesmo a produtividade do país, além do abastecimento de serviços.

São mais de 5 mil médicos que, em cinco anos, seguiram para a Alemanha. Acadêmicos encontraram lugares no Reino Unido, enquanto mais de 10 mil embarcaram para a Austrália. Para os EUA, mais de 20 mil. Não por menos: o desemprego entre jovens beira os 50%.

Nikos Kaloudis é um dos jovens que abandonou seu país. Hoje com 32 anos, ele deixou um emprego de direção num hotel grego porque seu salário foi cortado e já não dava para pagar as contas da família, com três filhos. “O motivo de minha saída foram as dívidas. Assim que a crise começou, a empresa cortou nossos salários em mais de 25%”, disse. “Apesar de estar numa posição relativamente alta, não conseguia pagar as contas.”

Seu primeiro destino foi o Catar, trabalhando em um hotel. Dois anos depois, encontrou emprego em outro hotel na Catalunha. Segundo ele, da empresa na Grécia, pelo menos 60 funcionários deixaram o país. “A fuga de cérebros é uma realidade”, admitiu. Questionado se pensava em voltar, Kaloudis foi claro: “Acho que vou levar pelo menos dez anos para voltar”.

Para sociólogos, essa fuga será “desastrosa” para o futuro do país. “Vivemos enorme perda de capital humano que vai afetar a próxima década na Grécia”, disse Aliki Mouri, do Centro Nacional de Pesquisa Social. “Pessoas que foram educadas com grandes custos – para suas famílias e para o poder público – agora trabalham em países que não investiram neles.”

Alguns não estão nem mesmo esperando acabar os estudos para abandonar a Grécia. Segundo a OCDE, já são mais de 50 mil gregos estudando no exterior, o dobro do que existia em 2005. Entre os jovens, a consciência é clara de que a UE oferece uma “porta de saída” para a cada vez mais difícil situação econômica do país. Mesmo para aqueles que votaram “não” no domingo passado.

É o caso do jovem Costas (ele não forneceu o sobrenome). Estudante de ciências políticas, ele morou dois anos na Escócia e acredita num acordo melhor com a União Europeia, mas não descarta deixar o país caso as coisas não melhorem. “É algo em que eu penso. Eu quero ter um certo padrão de vida. E se a Grécia não me permitir isso, o melhor a fazer é buscar isso em outro lugar.”

Panteleimon, de 22 anos, estuda em Paris, mas quer voltar um dia a viver na Grécia 
Panteleimon, de 22 anos, estuda em Paris, mas quer voltar um dia a viver na Grécia

Nas ruas de Atenas não é difícil encontrar casos de gregos com bom nível social e educacional que estudam fora do país. É o caso de Papdoulos Panteleimon, 22 anos, que fala inglês e francês e estuda Direito em Paris.

Para ele, a reorganização da economia é um passo para que o país possa repatriar os talentos. “Eu não quero ver o país dividido em dois, quero que todos estejamos unidos pela UE”, disse. “Até porque, se as coisas melhorarem, o meu objetivo de longo prazo é voltar a viver na Grécia.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s